Redes Sociais

5 coisas para não fazer nas mídias sociais

Tem dúvidas sobre o que fazer e o que não fazer nas mídias sociais? Então confira nossas sugestões e faça bonito nas redes!

Por Nerdweb - Dia 18 de Janeiro de 2022 às 00:01

Mais do que criar o perfil da sua marca nas redes sociais, é muito importante saber o que fazer e, também, o que o não fazer nas mídias sociais para evitar que a imagem do seu negócio seja prejudicada. E é isso o que vamos te mostrar hoje.

Gratuitas, de fácil acesso, excelentes para aproximar o relacionamento com as pessoas e, ainda, capazes de funcionar como um ótimo canal de vendas. Essas são algumas características das redes sociais, que se tornam cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas e empresas. 

Para se ter uma ideia da importância dessas ferramentas para os brasileiros, de acordo com um estudo divulgado pela plataforma Cupom Válido, que reuniu dados da Hootsuite e WeAreSocial, o Brasil está entre os 3 países que mais usa redes sociais.

Por isso, empresas que sabem como usar as redes sociais a seu favor têm mais chances de atrair novos consumidores, manter por perto os clientes já fidelizados e, também, estabelecer uma conexão saudável, duradoura e de mais proximidade com o público em geral.

Entretanto, para isso, é importante as empresas compreenderem que existem certas “boas maneiras” a serem seguidas quando o assunto são essas plataformas. Abaixo, vamos citar o que não fazer nas mídias sociais para evitar que a sua marca cause uma má impressão online. Acompanhe!  

O que não fazer nas mídias sociais?

o-que-nao-fazer-nas-midias-sociais-duvida

1. Fazer propagandas sobre o seu negócio de forma demasiada

O perfil e/ou página de uma marca pode, sim, ser utilizado para divulgar propagandas e promoções sobre os serviços e produtos oferecidos por ela. Entretanto, não deve jamais se limitar apenas a isso. 

Esse tipo de conteúdo, quando repetido constantemente, cansa o seguidor. Além disso, a marca se limita a falar apenas sobre si própria quando poderia estar aproveitando este canal para educar o leitor, divulgar conteúdos relevantes que dão engajamento e trazem informações importantes, entre outros. 

Por isso, se você quer saber o que não fazer nas mídias sociais, com certeza a primeira dica é: não foque apenas nos materiais promocionais e institucionais. É importante diversificar o conteúdo e aproveitar esse espaço para mostrar quem é a sua empresa, qual o valor daquilo que você oferece, como você pode agregar na vida do seguidor, entre outros.

Busque alternar postagens com conteúdo de propaganda com postagens de conteúdo relevante. Ao adotar essa postura e mantê-la com consistência e frequência, os resultados positivos virão.

2. Usar sempre os mesmos formatos de publicações

As redes sociais permitem que você faça conteúdos nos mais diversos formatos. Desde imagem estática, passando pelo carrossel de imagens, artigos, vídeos, lives, infográficos, podcasts, entre outros.

O importante é conhecer bem as particularidades de cada rede social e, então, produzir conteúdos relevantes que façam sentido para quem te segue por aquele canal. Enquanto o Instagram é um canal em que as fotos bonitas e vídeos costumam fazer mais sucesso, o LinkedIn destaca-se com textos e artigos.

Ainda, vale lembrar que as redes sociais não são excludentes, mas sim, complementares. É possível que no Instagram você atinja um público, no TikTok outro, no Facebook mais um, no LinkedIn outro, no Twitter outro, e por aí vai.

É importante estabelecer quais são as redes sociais que fazem sentido para a estratégia de marketing da sua marca e, então, utilizar os diversos tipos de conteúdos para cada uma delas.

-  Você também pode se interessar por: Como criar um perfil de Instagram comercial?

3. Não ter uma identidade visual bem definida

o-que-nao-fazer-nas-midias-sociais-identidade-visualApesar de existirem diversas mídias sociais e cada uma delas ter a sua particularidade, é importante que o público identifique logo “de cara” quando a postagem é feita pela sua marca. 

Para isso, é importante ter uma identidade visual bem definida, utilizando as cores e as fontes habituais da sua empresa de forma harmônica em todas as redes. Ainda, além da identidade visual, também é importante manter o mesmo tom nas suas postagens. 

Essa consistência nos conteúdos ajuda a passar uma maior confiança ao público, cria uma humanização e aproximação da marca, facilita a compreensão da mensagem que você deseja passar e, por fim, deixa a estética das páginas mais atrativa e de qualidade.

4. Esquecer de seguir uma frequência/padrão de postagens

Pois bem, de nada adianta você ter uma identidade visual bem definida e preparar diversos formatos de postagens se os conteúdos não forem publicados com uma frequência pré-estabelecida.

A estratégia de marketing digital para as mídias sociais inclui a publicação de conteúdos em dias e horários definidos com antecedência. Esse cuidado ajuda a sua marca a ter uma quantidade ideal de postagens, não pecando pela falta ou pelo excesso de publicações.

“E qual é a frequência ideal de postagem?”. Bom, varia de acordo de marca para marca e de rede social para rede social. O Twitter, por exemplo, pode ter diversas postagens por dia. Por outro lado, se os conteúdos forem para o feed do Instagram, essa estratégia provavelmente não funcionará.

Assim sendo, é muito importante que a equipe de marketing defina qual será a frequência de postagem para cada rede. Entretanto, vale lembrar que redes sociais também são um excelente local para fazer testes.

Isso significa que a equipe pode decidir fazer postagens no feed do Instagram duas vezes por semana e, com o passar do tempo, perceber que essa quantidade está abaixo do ideal. Assim, é hora de repensar o planejamento para incluir mais uma ou duas postagens e, então, verificar se o resultado está melhor. 

É essencial fazer uma análise constante dos resultados das redes sociais. Testar horários, formatos de conteúdos e dias da semana até descobrir o que pode funcionar melhor para o seu negócio.

- Confira também: Qual é o conteúdo ideal para postar em cada rede social?

5. Focar na quantidade ao invés da qualidade 

É necessário, sim, ter uma frequência de postagem pré-definida. Entretanto, mais do que isso, é fundamental que as postagens tenham boa qualidade. E a qualidade está relacionada tanto com o conteúdo em si quanto com o formato da postagem.

Vídeos com baixa qualidade e/ou com o áudio dessincronizado, estourando ou baixo demais, podem prejudicar o alcance do material e, ainda, passar a imagem errada da sua marca. É como se fosse um sinal de falta de cuidado ou desleixo.

Erros de ortografia e gramática, infográficos que são difíceis de entender e imagens feitas com cores que prejudicam a leitura também devem ser evitados ao máximo no perfil da sua empresa.

Para evitar esse tipo de erro, lembre sempre de revisar algumas vezes os materiais antes de publicá-los.

Esperamos que esse artigo sobre o que não fazer nas mídias sociais tenha sido interessante para te ajudar a se posicionar de forma mais adequada nas redes e, assim, evitar possíveis gafes nesses canais. 

Que tal passar a criar uma estratégia de gestão de conteúdo impecável para as suas mídias? Fale com a Nerdweb e saiba como podemos te ajudar nessa missão. Inclusive, confira os serviços que prestamos relacionados às Redes Sociais e surpreenda-se!

Referências:  

https://apexconteudo.com.br/o-que-nao-fazer-nas-redes-sociais/ 

https://www.proxxima.com.br/home/proxxima/blog-do-pyr/2016/04/15/6-dicas-do-que-nao-fazer-nas-redes-sociais.html 

https://rsamurai.com.br/10-coisas-para-nao-fazer-nas-redes-sociais-da-sua-empresa/

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.