Negócios

7 traços de personalidade de pessoas persuasivas para você ser um melhor negociador

Inspire-se com sete traços vistos em executivos e pessoas altamente persuasivas e dedique-se para desenvolver essa importante habilidade.

Por Nerdweb - Dia 04 de Fevereiro de 2020 às 00:02

Pessoas altamente persuasivas fazem parte de um grupo muito amplo e diversificado. Elas podem ser pacientes e didáticas ou até mesmo explosivas e expansivas. Porém, é possível identificar alguns traços em comuns que essas pessoas compartilham. 

E o melhor de tudo: você pode aprender com isso e praticar para ser um melhor negociador. Porém, antes de conhecer essas características, vamos entender exatamente o que é uma pessoa persuasiva.

O que é uma pessoa persuasiva?

Ser persuasivo é ter o poder de convencer outras pessoas de que o seu ponto de vista está correto. É importante destacar que ser persuasivo é diferente de ser um manipulador, pois não se trata de levar vantagem ou fazer com que os outros trabalhem de graça para você.

O bom persuasivo é aquele que tem facilidade para se comunicar e, principalmente, bons argumentos para mostrar ao outro lado que a lógica do seu ponto de vista é mais interessante. Essa característica é benéfica em todas as áreas do conhecimento, afinal todos os dias temos “negociações” para realizar.

7 traços de pessoas persuasivas

Quais são as características de uma pessoa persuasiva? A lista é extensa e nem todos apresentam os mesmos traços, mas podemos destacar algumas habilidades que, se desenvolvidas, podem colocá-lo no caminho de se tornar um negociador mais eficiente. Conheça algumas delas.

1. São otimistas

Pense no marketing. Você prefere comprar um produto que promete combater a fadiga ou aumentar a sua energia? A maioria das pessoas escolhe o copo meio cheio e por isso ser otimista é ser mais persuasivo. Não raro, os vendedores bem-sucedidos são geralmente pessoas muito otimistas, pois fazem os demais se sentir à vontade e inspiram coisas boas.

2. São autoconfiantes

A vida sempre vai mudar os nossos planos originais, criando obstáculos e desafios. A história mostra que aqueles que respondem com mais confiança têm vantagem até mesmo sobre os mais competentes. Para persuadir, é preciso alavancar sua autoestima sem transformar isso em algo agressivo. 

Pessoas realmente persuasivas sabem o seu poder e compreendem quando devem agir com moderação, enquanto pessoas agressivas acabam deixando os outros na defensiva. O persuasivo sabe escolher suas batalhas e argumenta seu ponto de vista quando realmente sabe que pode ganhar.

3. São autênticos 

Ninguém confia em quem transmite um comportamento forçado e não gera empatia. Existe um ditado no qual “as pessoas não se importam com quanto você tem de conhecimento até saberem que você se importa com eles”. Persuasivos conseguem criar uma verdadeira conexão emocional com quem eles estão negociando, fazendo com que saibam que estão do mesmo lado. Você conseguirá persuadir muito mais facilmente se estiver disposto a ser aberto e alinhado com os desejos do outro.

4. Têm consciência

Conseguir algo de outra pessoa é muito mais fácil se você cumpre a sua palavra sobre qualquer situação. Seja se comprometendo que chegará no horário combinado ou ainda lembrando-se constantemente de informações importantes, demonstrar consciência ajuda muito a ganhar pontos com a outra parte. Persuasivos são emocionalmente inteligentes e sabem que não precisam ganhar todas as pequenas batalhas para vencer a guerra. Ser consciente muitas vezes é saber ceder para guardar energia e crédito para os momentos importantes.

5. Apreciam o silêncio 

O treinador de vendedores J. Douglas Edwards explica que sempre que você fizer uma pergunta de encerramento, feche a boca. O primeiro que falar, geralmente perde. Isso porque os persuasivos bem-sucedidos não ganham batalhas repreendendo os outros verbalmente. Agir assim desgasta relações e não é eficiente. O melhor é apoiar os argumentos deles e deixá-los falar. Quem sabe persuadir ouve muito mais do que fala.

É como se eles estivessem ativamente ouvindo em modo de persuasão. Primeiro se mostram receptivos ao seu ponto de vista, enquanto estão ouvindo suas objeções específicas para saber como resolvê-las a seu favor.

6. Sabem tirar o pé

O imediatismo é inimigo da persuasão. É possível fechar vendas por meio da urgência, é verdade, mas ideias mais complexas exigem tempo para as pessoas considerarem o seu posicionamento. Respeitando o espaço dos outros, você saberá se a outra parte virá até você ou se está apenas desperdiçando tempo com algo que não tem a chance de dar certo.

7. São flexíveis 

Entender que o mundo não funciona como uma polarização entre branco e preto, entre bom e mau, faz com que as pessoas persuasivas entendam que não há sentido em perder tempo discutindo fatos. Elas compreendem que ao valorizar sua opinião e dar créditos a cada um dos seus argumentos, será difícil para você descartar seu ponto de vista. Portanto, ao respeitar todas as suas opiniões, o persuadido estará muito mais propenso a aceitar o que o persuasivo quiser depois. 

Como ser persuasivo e melhorar seu poder de negociação?

Agora que você já conhece algumas das características das pessoas persuasivas, é hora de aprender como exercitá-las. Lembre-se: estamos falando de uma situação na qual as pessoas acreditam em você com maior facilidade. Portanto, é fundamental que você também acredite na mensagem que está passando ou esteja realmente interessado em ajudar o outro lado.

Exercite dois pontos: atenção e escuta

Ouvir o seu interlocutor não é apenas fazer silêncio e deixar que ele fale até que chegue a sua vez. Ter atenção com o que está sendo dito significa que você realmente deve se interessar pela conversa, de maneira que possa interagir naturalmente com comentários ou sugestões ativas. Você precisa estar com a cabeça no diálogo e participar ativamente para que possa obter melhores resultados.

Reconheça a necessidade do outro

Ser persuasivo é saber reconhecer os problemas dos outros. Quando alguém compartilha com você uma necessidade, está em busca de uma solução. Muitos vendedores se sentem tentados a explorar esse momento de fraqueza e oferecer “qualquer coisa” para resolver um problema, quando na verdade sabem que aquela não é a melhor solução. Reconhecer a necessidade do outro é realmente tentar ajudar, ainda que seja não atrapalhando.

Passe credibilidade

A partir do momento que você ouve atentamente e reconhece as necessidades do outro, estará apto a dar suas sugestões. E esse é o ponto mais importante: você deve transmitir credibilidade com a sua fala. Para isso, seja honesto e fale sobre aquilo que você domina. Se não sabe a resposta, pesquise-a antes de falar qualquer coisa. A ideia principal é que todos saiam satisfeitos de uma negociação e não apenas uma das partes.

Demonstre comprometimento

Se prometeu alguma coisa, cumpra. Se não conseguir cumprir, dê satisfação de porque não cumpriu. Se combinou chegar em um horário, não se atrase. Demonstrar comprometimento significa cumprir aquilo que você acordou. Quando não nos esforçamos para fazer a parte que nos cabe não há um comprometimento real e, na prática, fica difícil persuadir alguém quando nem mesmo a sua parte foi feita.

.....

A próxima vez que você precisar persuadir ou negociar algo muito importante, reflita sobre esses traços de personalidade e se inspire para trabalhar na sua estratégia e conseguir melhores resultados. Você se considera uma pessoa persuasiva? Quais competências você procura desenvolver para se sair melhor nas negociações?

Fonte: Guia Da Carreira

 

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.