Marketing

Como usar áudios na rádio web como estratégia de marketing digital

Entenda como usar essa poderosa ferramenta de comunicação na sua estratégia de marketing digital.

Por tim - Dia 13 de Fevereiro de 2020 às 00:02

Em casa, no carro ou no trabalho — o rádio é uma boa companhia, seja para ouvir música, notícias ou algum programa de entretenimento. 

Quando surgiram, lá na década de 1920, as transmissões eram bem limitadas, mas aos poucos viraram uma forma de entretenimento.

De lá até hoje, uma série de mudanças ocorreu — tanto no tamanho dos aparelhos, na disponibilidade de emissoras e, sobretudo, na democratização de emissão. A rádio se transformou, mas não perdeu espaço.

Aliás, com a chegada da internet, as radiowebs conquistaram públicos fiéis, inaugurando um nicho de mercado bastante propício, inclusive podendo ser pensadas como estratégias de marketing digital. 

Quer saber como? Confira dicas e tendências para essa poderosa ferramenta de comunicação:

O que é uma web rádio e qual sua presença online?

Não tem como definir o que é uma web rádio sem pensar em tecnologia e ascensão da internet. Isso porque, basicamente, ela é uma rádio online ou digital.

A transmissão é feita pela tecnologia de envio de dados pela internet, chamada de streaming — essa é a principal diferença para as rádios tradicionais, que utilizam ondas eletromagnéticas.

Assim como outros produtos lançados na era digital e hiperconectada, as web rádios são caracterizadas pela facilidade de produzir conteúdos, lançar programas e atingir públicos. Ou seja, começar sua própria rádio pode ser bem simples.

Elas já conquistaram ouvintes por todo mundo. E isso só é possível exatamente por serem transmitidas por streaming. O que permite que não haja limitação geográfica ou alcance de rede para enviar sinais. 

Assim, ouvintes podem explorar emissoras de todos os lugares, bastando ter acesso à internet.

Considerando esse cenário propício, diversas pessoas e empresas têm apostado no produto ou em anúncios para eles. Estatísticas da FGV apontam que há cerca de 420 milhões de dispositivos digitais, eles podem acessar rádios web! Ou seja, um mercado bem amplo e cheio de possibilidades!

Histórico: do surgimento à rádio web

 

A história do rádio no Brasil marca o início da década de 1920. Mais especificamente, a primeira transmissão radiofônica pública foi em 07 de setembro de 1922. Porém, somente por volta de 1930 que ele deixa de ser transmitido em modalidade experimental e, aos poucos, torna-se uma importante ferramenta de comunicação social. 

Inicialmente direcionado às elites, as transmissões passaram a ser fonte de informação, entretenimento, cultura e educação.

Não demorou para que o rádio ganhasse espaço nas casas das famílias de todo o mundo. No Brasil, a Era de Ouro foi o auge cultural radiofônico. O que ajudou a construir a história de vozes e referências musicais e culturais.

Aliás, se você já ouviu uma rádio tradicional, provavelmente conhece a Voz do Brasil. O que talvez não seja tão conhecido é que a sua transmissão em todas as emissoras é obrigatória desde o fim da década de 1930 — na época, chamada de A Hora do Brasil.

Mesmo com a chegada da televisão e internet, o rádio ainda mantém ouvintes cativos — dados apontam de 86% das pessoas, no Brasil, consomem conteúdos radiofônicos. 

Além disso, o veículo de comunicação demonstra adaptar-se bem às mudanças e dinâmicas da era digital — um exemplo, é que rádios tradicionais migraram para a internet também, em plataformas próprias.

Porém, uma nova opção para quem quer mais variedade nas transmissões são as rádios web. Muitas, inclusive, podem ser acessadas por aplicativos de música, como Spotify, Deezer e plataformas online. 

É tanta versatilidade que alguns formatos foram originados dessa nova dinâmica digital. Um exemplo são os podcasts, que encontraram uma forma criativa e interessante de abordar conteúdos dos mais diversos temas.

Áudios na rádio web: quais as melhores estratégias de marketing digital?

 

Com tantos aparelhos digitais que podem conectar-se às web rádios, aproveitar esse nicho para investir em anúncios e publicidades é uma ótima oportunidade. 

Se considerarmos a quantidade de canais e a segmentação característica da internet, é mais fácil entender o porquê do investimento em comunicação digital ser cada vez mais tendência. 

Então, para ter bons resultados, bastam algumas medidas de planejamento e execução aliadas ao marketing digital:

Planeje

O planejamento é a base de toda ação ou lançamento. Para comunicar-se efetivamente com o público, é preciso definir bem os objetivos pretendidos com os anúncios. Isso vai auxiliar a traçar as melhores estratégias.

Conheça seu público

Definir qual a parcela de ouvintes você deseja atingir e conhecer o comportamento do seu público torna mais fácil a tarefa de traçar os caminhos e planos de ação. Definir o tom da comunicação, escolher a linguagem, o horário e até quanto investir são essenciais para bons resultados. 

Considerando que as rádios web têm públicos e programação bem segmentados, é essencial conhecer bem o perfil de ouvintes e seus interesses.

Com a comunicação correta, é mais simples direcionar ouvintes para consumir produtos digitais, que pode ser por meio de promoções e campanhas, por exemplo.

Personalize com criatividade 

Vale lembrar que rádios tradicionais ou digitais precisam apostar em criatividade e formas de atrair o público. Sem o apelo visual, o investimento deve ser em uma harmonização completa com spots e jingles. Vale lembrar que o público quer um conteúdo personalizado e nunca invasivo.

Muitas pessoas ouvem rádios web enquanto fazem outras atividades. Isso pode ser tanto uma vantagem quanto uma desvantagem. 

Se, por um lado, isso faz com que a atenção de ouvintes não esteja completamente voltada para a programação, por outro, permite que deixar a rádio ligada em durante diversas atividades seja mais comum. 

Então, basta apostar em comunicações interessantes para atrair a atenção de quem já está ouvindo.

Vá além da rádio web

Se a estratégia começa em anúncios na rádio web, ela não pode parar por aí. Conhecer o mercado de podcasts e saber o que tem de novidade nas plataformas de música é indispensável. 

De acordo com dados do Digital 2020 report, 70% das pessoas que acessam a internet consomem conteúdos de áudio por streamings. Com tanta gente descobrindo as opções disponíveis, e cada vez mais investimento de conteúdos diversos, o mercado sonoro digital só tende a crescer!

Por isso, apostar em ações que integrem outras plataformas e produtos online, como os podcasts, redes sociais e blogs, é indispensável.

Vale destacar que isso é importante para criar um relacionamento e promover o engajamento: pilares de boas ações de marketing digital.

Gere relatórios e analise dados

Mesmo os melhores planejamentos precisam de acompanhamento. Isso significa dar atenção aos dados, gerando relatórios e trabalhando os resultados.

Analisar a recepção, o retorno e o engajamento traz apontamentos fundamentais para bons anúncios. Aliás, um dos pilares de qualquer ação de marketing digital é a análise de dados para a tomada de decisões estratégicas.

Em 2019, a plataforma Deezer publicou um crescimento de 67% de audiência em podcasts em geral. Com base nisso e dados sobre o público consumidor, fica mais fácil prever os caminhos e tendências de consumo.

______

As web rádios são uma oportunidade de estabelecer comunicação com diversos públicos. Você já olhou com atenção para esse nicho de mercado que promete ser tendência? 

A Nerdweb conta com uma equipe engajada nos melhores resultados! Fale com a gente e descubra como aproveitar o melhor das rádios web!

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.