E-commerce

O impacto do PIX no e-commerce

Qual o impacto do PIX no e-commerce? Leia aqui tudo o que você precisa saber sobre esse sistema de pagamento que promete revolucionar as vendas!

Por Nerdweb - Dia 15 de Outubro de 2020 às 00:10

Ei, varejista! Você sabe qual o impacto do PIX no e-commerce? Ao que tudo indica, esse novo sistema de transferência bancária lançado pelo Banco do Brasil vai tornar os pagamentos mais simples, rápidos e práticos.

Ao contrário das transações TED ou DOC, o PIX é um recurso que permite que as pessoas façam pagamentos a qualquer momento do dia e o pagamento cai na hora. Inclusive, essa regra vale para os finais de semana e feriados.

Ou seja, um impacto do PIX no e-commerce é oferecer mais uma opção para os consumidores que não precisam esperar o depósito ou transferência ser confirmada para validar o pedido de compra. Uma boa forma de fidelizar a clientela no seu e-commerce, concorda?

Há outras consequências positivas e expectativas dos impactos do PIX nas lojas virtuais e neste artigo, selecionamos tudo o que você precisa saber sobre o assunto para avaliar as vantagens desse sistema no seu negócio on-line. Quer saber mais? Continue lendo esse artigo feito especialmente para tirar suas dúvidas!

Afinal, o que é PIX?

Antes de falar sobre o impacto do PIX no e-commerce, é importante falar sobre o que é PIX e como essa modalidade de transação funciona.

O PIX é uma modalidade de pagamento que funciona em tempo real que pode ser usada para pagar contas de pessoas físicas ou jurídicas. Na maioria das instituições bancárias, o PIX para pessoas físicas é de graça.

Com o PIX, quem vende um produto recebe o dinheiro na hora e quem paga não precisa arcar com taxas extras de boleto ou transferência. Ou seja, além de pagamento simples, rápido e prático, uma das vantagens de apostar nesse formato é a economia.

A partir de novembro de 2020, o PIX estará disponível para todos os brasileiros, mas o cadastro digital para usar essa modalidade já começou em bancos digitais como Inter, Nubank, além do próprio Banco Brasil, entre outros.

O PIX foi criado para proporcionar as seguintes vantagens para os consumidores e vendedores:

  • Menos taxas e juros desnecessários;
  • Mais praticidade na hora de pagar, já que não é necessário emitir boleto;
  • Agilidade na transação e foco no pagamento instantâneo;
  • Mais alternativas para o cliente escolher a melhor forma de pagamento;
  • Simplicidade na hora de pagar: basta informar o CPF e e-mail;
  • Transação intuitiva: é possível pagar com QR Code no caso de lojas físicas.

Em resumo: o PIX já nasceu no contexto das novas tecnologias e implementar essa mudança no seu e-commerce pode melhorar tanto a experiência dos consumidores quanto da empresa. Vamos explicar o porquê disso ao longo do texto.

Como vai funcionar o PIX?

Na prática, como funciona o PIX e qual a mudança de impacto do PIX no e-commerce? Vamos responder por partes!

O PIX pode ser usado por empresas e pessoas físicas. Por enquanto, é possível cadastrar as chaves do PIX, mas a operação efetiva dessa novidade começa no dia 03 de novembro de 2020 de forma limitada e na metade de novembro, com 100% de funcionamento.

O primeiro passo para usar o PIX é cadastrar a chave no banco de preferência. A chave é um nome que o cliente escolhe para a conta e que facilita o processo de pagar ou receber transferências.

Ou seja, adeus aos inúmeros dados como número da agência, conta, CPF, entre outros. Com a chave cadastrada, já é possível pagar usando apenas o CPF, por exemplo. O PIX funciona 24h por dia, 7 dias por semana. Cliente pagou? Dinheiro na conta. Simples assim!

A seguir, explicamos as situações nas quais o PIX pode ser usado.

Transações entre pessoas físicas

As pessoas podem fazer transferências entre si, sem pagar taxas absurdas. Como o pagamento é instantâneo, a circulação do dinheiro também é. Inclusive, uma das expectativas do Banco Central em relação ao PIX é reduzir as transações em dinheiro vivo — o que é ótima forma de prevenção em tempos de coronavírus.

Transações entre pessoas físicas e comércios

Os clientes podem usar o PIX para pagar compras em estabelecimentos comerciais cadastrados. As transações valem para lojas físicas e para e-commerce. No primeiro caso, os vendedores não precisam usar a máquina de cartão já que é possível usar QR Code e comprar direto do celular. 

No comércio eletrônico, fica muito mais simples fazer a compra com o PIX, já que os varejistas que oferecem essa alternativa não precisam emitir boletos. Há muitas vantagens nisso para quem tem e-commerce e logo você vai entender quais são.

Transações entre comerciantes e fornecedores

Pagar os fornecedores da sua empresa fica muito mais prático com o PIX. A consequência é um fluxo ágil na compra de mercadorias e, consequentemente, mais produtividade na operação.

Transações entre órgãos governamentais

Órgãos governamentais podem transferir dinheiro de taxas e impostos com esse novo sistema, além de pagar salários, benefícios sociais, convênios e serviços.

Qual o impacto do PIX no e-commerce?

Afinal, qual é o impacto do PIX no e-commerce? Quais são as vantagens de aderir a essa nova modalidade de pagamento? A novidade pode fortalecer uma relação “ganha-ganha” entre clientes e varejistas?

O principal impacto do PIX no e-commerce é tornar o processo de compra mais intuitivo. Os consumidores compram e o pagamento é identificado na hora pelo lojista que já consegue acelerar a produção, embalagem e envio do produto. 

Segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), divulgada no portal E-commerce Brasil, estima-se que até 50% dos boletos emitidos não são pagos. Com o PIX, não tem essa de desistir do boleto e pensar melhor na compra antes de gastar.

Segundo especialistas em comércio eletrônico, a novidade vai beneficiar muito as lojas virtuais que já estão em crescimento exponencial acelerado. 

Segundo reportagem do portal Terra, os pagamentos realizados pela internet, seja por aplicativos ou internet banking, cresceram 107% entre 2010 e 2018. Agora, a  expectativa é que o movimento seja ainda maior.

Vantagens do PIX no e-commerce

Ainda na dúvida sobre cadastrar ou não sua loja nessa formato de transação instantânea? Selecionamos os benefícios práticos que mostram o impacto do PIX no e-commerce.  Confira!

Você recebe na hora

Compensação de boleto entre 2 e 3 dias úteis? Esperar até o dia seguinte para o dinheiro cair na conta após uma TED feita após horário comercial? Aguardar dias para o DOC ser validado? Com o PIX, esses problemas acabaram.

O cliente faz o pagamento a qualquer hora e momento do dia e em segundos, o dinheiro já está na sua conta. Tanto você quanto ele saem ganhando, já que a compra é confirmada no mesmo momento e isso acelera a produção e o envio do produto.

Agilidade no pedido e na entrega

Consumidores online geralmente ficam ansiosos para receber seus pedidos e o código de rastreio. Geralmente, o envio só é confirmado após o lojista confirmar o recebimento. Com o PIX, tudo fica mais rápido e consequentemente, o cliente fica mais feliz e satisfeito.

Melhorias no fluxo de caixa

 

Quem é varejista sabe o quão desafiador é manter o fluxo de caixa girando quando a operação envolve o pagamento de fornecedores, a compra de mercadorias, os custos com matérias-primas e salários da equipe envolvida.

Como se não bastasse, ainda há as taxas cobradas nas transações bancárias. Um grande impacto do PIX no e-commerce devido à rapidez no pagamento. Com recebimento à vista, a é muito mais fácil otimizar o fluxo de caixa.

Compra a um clique de distância

Um estudo recente da TIC Domicílios revelou que há 133,8 milhões de pessoas com acesso à internet no Brasil e o celular é o dispositivo usado por 99% delas. 

Segundo pesquisa publicada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) no início de 2020, 4 entre cada 10 brasileiros fazem compras on-line. Ao que tudo indica, isso vai continuar. De acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, 70% da população pretende continuar comprando pela internet mesmo após a pandemia.

Com o PIX, o comprador pode fazer as compras on-line até mesmo pelo celular, informando poucos dados. Simples de comprar, pagar e receber.

Que tal participar da revolução do PIX?

Se você chegou até aqui, deve ter percebido que o PIX veio para gerar uma verdadeira revolução no sistema financeiro e o impacto do PIX no e-commerce é muito visível, principalmente em relação ao retorno financeiro.

Para embarcar nessa novidade e fortalecer suas estratégias de venda pela internet, é importante pesquisar os bancos que oferecem essa parceria, fazer a integração do software do PIX à sua loja virtual e claro, fortalecer as ações de marketing digital para contar ao mundo que sua loja virtual é antenada e incentivar o uso desse sistema entre os clientes.

O impacto do PIX no e-commerce será grande de acordo com as previsões mundiais. Ou seja, é hora de experimentar as possibilidades.

Dúvidas sobre como utilizar as melhores estratégias de marketing para potencializar as vantagens do PIX no seu e-commerce? Converse com os especialistas da Nerdweb!

web!

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.