SEO

7 dicas para escrever textos com foco no usuário e criar conteúdos que convertem

Conheça as técnicas empregadas na produção de textos atrativos para os leitores e eficientes para os mecanismos de busca

Por Nerdweb - Dia 28 de Agosto de 2019 às 19:08

Se você já pensou em estratégias de marketing que envolvem a produção conteúdo, certamente já sabe que um dos pontos-chave é a criação de textos que sejam atrativos para o seu público-alvo.

Porém, será que isso basta para ranquear bem no Google e converter seus textos em mais cadastros ou vendas? Na prática, essa é apenas a ponta do iceberg e há muitas outras variáveis que precisam ser consideradas. 

Além de produzir conteúdo de qualidade e voltado para o usuário, é preciso otimizá-lo para os mecanismos de busca, por meio de técnicas de SEO. Vamos conhecer mais detalhes sobre esse tema.

O que é SEO?

SEO é uma sigla em inglês para Search Engine Optimization, algo como “Otimização para Mecanismos de Busca”. A ideia por trás desse conceito é que possam ser produzidos conteúdos que tenham maiores chances de ranquear bem junto aos buscadores, especialmente o Google, que responde por 95% das buscas feitas pelos brasileiros.

Para isso, diversos aspectos técnicos da página devem ser analisados além do texto em si. Por exemplo, há que se prestar atenção nos títulos e subtítulos do texto, nas palavras-chaves escolhidas, nos links internos e externos e nas meta tags title e description.

Em outras palavras, não se trata apenas de publicar textos em quantidade e de qualquer jeito. É preciso que o seu conteúdo seja original e atrativo, tanto para os mecanismos de busca quanto para os leitores. Afinal, por mais que se busque as primeiras posições no ranking, de nada isso adiantará se os leitores não se interessarem pelo seu conteúdo, não é mesmo?

Como otimizar conteúdo para os motores de busca?

Já mencionamos que inúmeros fatores precisam ser observados na construção de um bom conteúdo. Contudo, ao menos quatro itens podem ser considerados essenciais, devendo estar presentes na otimização de todo e qualquer texto produzido para a internet.

1. Meta tags Title e Description

Quando o Google (ou qualquer outro buscador) faz uma varredura na internet em busca de conteúdos que respondam às buscas dos usuários, os primeiros itens que ele “lê” são as chamadas meta tags, especialmente as tags title e description.

conteúdo com foco no usuário

Isso reforça não apenas a importância de preencher esses campos na hora da postagem, como também a se de produzir textos eficientes. O título deve ser objetivo e responder a dúvida do usuário enquanto a descrição deve falar sobre o que o texto trata de forma sucinta e conter palavras-chaves que a ajudem a localizar o conteúdo.

2. Títulos (H1, H2, H3)

Os títulos e subtítulos são entendidos pelos mecanismos de busca como uma forma de hierarquizar os textos. Assim, o título principal (H1), é mais importante do que os subtítulos (H2) e os tópicos dentro desses subtítulos (H3).

Além de facilitar a leitura para os usuários, essa estrutura de postagem auxilia os buscadores a compreenderem melhor quais são os temas abordados em um conteúdo. Pontos ressaltados no texto por meio de subtítulos podem conseguir posições mais altas no Google.

3. Palavras-chave

Todo texto para mecanismos de busca deve ser construído em torno de algumas palavras-chave. Escolha pelo menos três que sejam eficientes, ou seja, que tenham alto índice de uso por parte dos usuários na hora que eles fazem pesquisas.

A partir disso, coloque-as no texto de forma orgânica. Na prática, isso significa que elas devem estar alocadas de forma a fazer sentido para os usuários na hora da leitura. Encontre um equilíbrio para repeti-las ao longo do texto. A quantidade dependerá do tamanho do conteúdo.

4. Links

Os links também são parte importante da estratégia de um bom texto voltado para SEO. É preciso que ele tenha links internos, ou seja, URL que façam com que o usuário tenha interesse em continuar navegando dentro do seu site.

criar conteúdo com foco no usuário

Outra boa dica é incluir URLs externas. Algumas informações são transmitidas com maior credibilidade quando as atribuímos a fontes oficiais, como órgãos governamentais, pesquisas e estudos científicos e jornais de grande circulação.

Como escrever conteúdos para usuários, mas que convertem?

Não há como fugir das regras técnicas de publicação de conteúdo. Por melhores que sejam os seus textos, se você não se atentar aos itens que mencionamos acima, é bem provável que outros textos consigam maior destaque nos mecanismos de busca. Respeitar essas regras é uma forma de garantir que seu conteúdo compete de igual para a igual com os demais.

Porém, um texto é muito mais do que um conjunto de palavras que serão lidas por um robô. Um conteúdo é a porta de entrada para que os leitores conheçam seus produtos e sua empresa, para que queiram receber mais informações sobre eles e, também, para que comprem os itens que você comercializa. Como escrever bons conteúdos para os usuários? Aqui vão algumas dicas.

5. Conheça seu público-alvo

A primeira pergunta a se fazer é: “para quem estou escrevendo esse texto?” Ter em mente o perfil do público-alvo é fundamental para que você possa adaptar a linguagem e responder às dúvidas específicas de uma determinada categoria. 

Em um texto sobre finanças, as perguntas de um investidor serão diferentes das feitas por um economista, pois os níveis de aprofundamento são distintos. Por isso, certifique-se de ser assertivo nos seus conteúdos para aumentar as chances de conversão.

6. Meça os resultados

Por mais que saibamos o perfil do público-alvo e possamos ter uma ideia do que funciona e o que não funciona, é somente a prática que dirá se estamos certos ou não. Isso significa que acompanhar os resultados é fundamental para compreender melhor os interesses do seu público.

criação de conteúdo com foco no usuário

Utilize ferramentas como o Google Analytics para compreender quais tipos de texto mais engajam o público, quais geram mais cliques e quais ranqueiam melhor. A partir disso, invista naqueles conteúdos que têm maior chance de repetir esse bom comportamento.

7. Agregue valor com o seu conteúdo

Coloque-se no lugar do seu visitante e responda: que tipo de valor esse conteúdo irá agregar? Se um texto é produzido apenas tendo em vista uma venda ou o oferecimento de um produto, tenha a certeza de que o cliente é capaz de perceber isso. Na prática, você está apenas utilizando outro método para fazer propaganda, o que não é o melhor dos cenários em termos de conversão.

O bom texto é aquele que agrega valor para o usuário, ou seja, explica ou ensina coisas novas para eles. A partir do momento que ele o percebe como alguém que oferece conhecimento, então sua página passa a ser uma referência, sendo visitada com mais frequência. Quando a credibilidade aumenta, aumentam as chances de conversão.

*****

Precisando de textos relevantes para o seu público e que melhore os resultados das buscas pela sua empresa? Entre em contato com os especialistas da Nerdweb. Temos as melhores e mais modernas soluções para os seus negócios.

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.