SEO

Guia de SEO para YouTube: como fazer para gerar mais tráfego para o seu canal

Saiba como encontrar as palavras-chaves perfeitas para aumentar as chances de que o seu conteúdo seja encontrado nas buscas.

Por Nerdweb - Dia 23 de Agosto de 2018 às 22:08

O termo SEO, sigla para Search Engine Optimization, se tornou bastante popular na internet por conta da necessidade que os blogs e páginas têm de se destacar em meio às buscas. Porém, pensar em SEO para YouTube é algo que ainda passa despercebido para muitos produtores de conteúdo.

Não deveria ser assim. Uma projeção realizada pela Cisco indicou que até 2020 cerca de 80% de todo o tráfego da internet mundial será proveniente de vídeos. Essa forma de consumir conteúdo parece consolidada em muitos segmentos e o número de empresas que iniciam todos os dias a produzir material em vídeo não para de crescer.

Porém, assim como nos sites e blogs, apenas produzir conteúdo não adianta. Claro, criar vídeos de boa qualidade, agregando novidades para os potenciais espectadores continua sendo algo primordial. Contudo, em meio a tantos vídeos, você já pensou em quais estratégias precisará usar para se destacar e não se tornar mais um na multidão?

YouTube: a segunda plataforma mais popular

Até mesmo por conta da quantidade de usuários, o Facebook continua sendo a rede social mais influente do mundo. Entretanto, a segunda posição é ocupada hoje pelo YouTube e a simplicidade de publicar e encontrar conteúdos em vídeo é o grande diferencial da plataforma.

Uma pesquisa recente da Brightcove indicou que 46% dos espectadores já fez alguma compra após ter visto algum vídeo de marcas nas redes sociais. Além disso, 81% dos entrevistados afirmou já ter interagido com empresas na internet e desses, 43% o fez por intermédio dos vídeos.

Em outras palavras: você precisa estar no YouTube, mas mais do que isso, você precisa ser encontrado pelos seus potenciais consumidores. E é aí que entram as estratégias de SEO para YouTube.

Como passar a ser visto no YouTube

Pense da seguinte forma: o YouTube é um site de buscas para vídeos. Portanto, faz sentido que, além do conteúdo, seja preciso pensar em técnicas para melhorar o seu posicionamento no ranking de buscas. Para isso, o Google usa um algoritmo que leva em consideração uma série de fatores. Ninguém sabe ao certo qual é o peso de cada fator, mas podemos supor, baseado em testes, quais itens são realmente importantes.

O primeiro ponto é fazer o upload de vídeos novos com frequência. Quanto mais vídeos você enviar para a plataforma, melhor. Porém, isso não significa enviar qualquer tipo de vídeo, mas sim postar conteúdo original e de qualidade, que seja capaz de interessar ao seu público-alvo. Assim, o primeiro passo é estabelecer um cronograma, uma rotina de postagens. A frequência nas postagens traz maior interação. Os usuários vêm comentar no seu canal e as ações deles fazem com que você ganhe alguns pontos extras no algoritmo.

O tempo que os usuários passam vendo seus vídeos também é importante. As pessoas costumam assistir seus conteúdos até o fim ou deixam ele de lado na metade? Quanto maior for o engajamento, maiores são as chances de que o seu vídeo apareça na lista de sugeridos pelo YouTube – e aumenta também a pontuação do seu ranqueamento.

Tags e metadados: dê atenção a elas

Ao escolher as palavras-chave do seu vídeo, dê preferência para aquelas que possam trazer mais tráfego para as suas publicações. Ferramentas como Google Search Console, SEMrush, SEOProfiler e as dedicadas à plataforma vidIQ e TubeBuddy podem ser de grande ajuda, mas o melhor lugar para encontrar as respostas é pesquisando no próprio YouTube.

Tenha em mente ainda que o YouTube entende frases como tags, ou seja, você não precisa listar palavra por palavra. Assim, use “como vender mais” em vez de “como”, “vender”, “mais”. Uma boa dica é olhar as tags utilizadas por vídeos que, em teoria, competem diretamente com o seu. Não se trata de copiar as mesmas tags, mas sim se certificar se não há uma alternativa interessante na lista que você deixou de usar.

Na dúvida, agências de marketing digital como a Nerdweb contam com profissionais especializados em fazer esses tipo de pesquisa para você. Muitas vezes, é melhor postar menos conteúdos, mas melhor otimizados, do que fazer múltiplas postagens sem um foco claramente definido. Atirar para todos os lados nunca é uma boa ideia. O melhor é ser certeiro e dialogar diretamente com as pesquisas do seu público-alvo.

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.