Marketing

Facebook apresenta o Watch, a sua nova plataforma de vídeos por demanda estilo Netflix

Está na hora de enfrentar Amazon, Hulu, Netflix e YouTube de igual para igual. Será que o Faceobok Watch vai ter o necessário para brigar de frente?

Por Nerdweb - Dia 10 de Agosto de 2017 às 20:08

A luta do Facebook pelos dólares dos anunciantes de TV está só começando. Hoje, a rede social mais popular do mundo anunciou o Facebook Watch, a sua plataforma de vídeos por demanda que vai exibir conteúdo de séries e filmes exclusivos, a começar nos Estados Unidos a partir desta próxima sexta (11).

Em sua programação, o Facebook Watch vai contar com conteúdo original de vários criadores baseado nos interesses do usuário que estiver logado na rede social. Os estadunidenses terão acesso ao serviço pela nova aba de vídeos que vai surgir tanto nos apps para Android e iOS quanto na versão para web e também no aplicativo para Smart TVs.

Inicialmente, o serviço será completamente gratuito e seguirá o mesmo modelo do YouTube. Com o passar do tempo, se aprovado, deverá receber anúncios para monetizar a plataforma.

Programação do Facebook Watch

Segundo o Facebook, os shows serão episódicos (ao vivo ou gravado) e seguir um tema ou enredo. Para os usuários não se perderem, o Watch possui uma área em forma lista para você nunca perder os novos episódios daqueles shows que você segue. Além disso, o Watch será personalizado para encontrar novos conteúdos com base nos gostos dos seus amigos e da comunidade em que você está inserido(a).

Por exemplo, você encontrará locais no qual pode ver sobre quais shows estão sendo mais comentados e também filtrar por shows que os amigos estão assistindo ou ainda com base em reações como "Haha" para designar conteúdo de humor.

No comunicado oficial, a empresa explicou que aprendeu muito com as lives e descobriu que os comentários e reações realmente fazem tanta parte da experiência como os próprios vídeos. Por isso, o grande diferencial do produto será poder conversar e ver os comentários de outras pessoas enquanto está assistindo a um episódio, tornando assim uma experiência social.

Confira os tipos de shows que serão encontrados na primeira fase do produto:

Shows que envolvam fãs e comunidades: o vlogueiro Nas Daily publica um show diário em que ele faz vários vídeos que são criados junto com seus fãs no mundo todo, por exemplo. Pelo Facebook Watch, a lista de vídeos (Watchlist) vai tornar ainda mais fácil para os seguidores saberem quando ele publicar um novo episódio.

Vídeos ao vivo que se conectam diretamente com os fãs: neste exemplo temos Gabby Bernstein, uma autora de best-sellers do New York Times que também é uma palestrante motivacional e coach de vida. Ela vai usar o Facebook para combinar vídeos gravados e ao vivo para se conectar com sua base de seguidores e responder perguntas em tempo real.

Shows que seguem um arco narrativo ou um tema consistente: o show Kitchen Little, do Tastemade, é uma série divertida sobre crianças que assistem vídeos de como fazer receitas e ensinam chefs profissionais de cozinha a reproduzi-las. Cada episódio possui uma nova criança e um novo chef. Inesperadamente, contudo, o resultado do prato nem sempre sai como o planejado.

Eventos ao vivo que unem comunidades: a liga profissional de baseball Major League Baseball se comprometeu a transmitir um jogo inteiro por semana no Facebook, possibilitando que as pessoas assistam aos jogos ao vivo e interajam com os amigos e fãs dentro da plataforma.

Uma grande aposta

Se conseguir sucesso, a plataforma de vídeos Watch pode representar uma excelente nova fonte de receitas para a companhia, que já está começando a ficar sem inventário para exibir novos anúncios no Feed de Notícias dos usuários. Ademais, está também é uma forma estratégica de incomodar outros serviços que disputam atenção das pessoas, tais como a Amazon, o YouTube e a Netflix.

Por isso, apenas um grupo limitado de estadunidenses terá acesso nos próximos dias. Afinal, o Facebook primeiro precisa validar a hipótese que as pessoas vão se envolver de fato com esse conteúdo antes de aumentar ele em escala em outros países.

Neste momento, o Facebook pagou para alguns criadores de conteúdo famosos exibirem conteúdos na aba do Watch sem propagandas, entretanto no longo prazo a empresa pretende parar de financiar obras completamente originais com pagamentos antecipados, dividindo a receita de anúncios (45% para o Facebook e 55% para o produtor) por meio de anúncios.

Vídeos no Facebook têm um poder incrível de conectar pessoas, promover debates e criar comunidades

Para Daniel Danker, que lidera a empreitada dentro da companhia, "o que torna os vídeos do Facebook especiais são seus amigos. Você descobre novos vídeos pelos amigos. Muitas vezes você percebe que está discutindo os vídeos com os amigos. Portanto, o streaming pela rede social tem esse poder incrível para reunir as pessoas e construir uma comunidade".

Se a estratégia vai vingar, ainda é muito cedo para dizer. O Facebook vai ter que conseguir apoio de grandes publicadoras de vídeos de entretenimento. Mas com mais de 2 bilhões de pessoas acessando o app todos os meses com um apetite voraz por vídeos e também com um time de desenvolvimento expert em copiar os concorrentes com eficiência, é difícil não sair algo de produtivo disso.

É claro que também existem as desvantagens. O Facebook é um iniciante nessa proposta perto do que Netflix, HBO, Hulu e Amazon estão fazendo. Sem falar que só o YouTube tem uma audiência de mais de 12 anos. Porém, fica cada vez mais nítido que o conteúdo de TV está migrando em alta velocidade para a internet e que o Facebook é um player que nunca pode ser subestimada.

O Facebook nunca pode ser subestimado

Cada vez fica mais claro o quanto a sua empresa deveria estar fazendo um excelente trabalho no Facebook, não é mesmo? Mark Zuckerberg e companhia estão motivados para manter as pessoas todos os dias mais tempo dentro da plataforma, e aí mora uma grande oportunidade para conhecer os canais corretos e impactar seu público. Fale com a Nerdweb, nós sempre estamos atualizadíssimos sobre as novidades e tendências das redes sociais para o seu marketing digital ser eficiente!

Fonte(s): Facebook Newsroom

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.