E-commerce

Facebook Marketplace: função de compra e venda semelhante ao OLX chega ao Brasil

Você está pronto para desapegar das suas coisas e colocá-las à venda no Facebook? Isso aí, no Facebook! Veja como será possível com o Marketplace.

Por Giovana Bonatto - Dia 23 de Janeiro de 2018 às 16:01

Nesta última segunda-feira, dia 22 de março, o Facebook anunciou que a ferramenta Marketplace finalmente chegou ao Brasil. O recurso, que permite que os usuários da rede social comprem, vendam e anunciem produtos dentro do próprio Facebook, já existe desde de 2016 e  funciona em 47 países. A diferença é que agora ele está oficialmente sendo implementado parara os brasileiros.

Segundo o Facebook, mais de 550 milhões de usuários utilizam os grupos da rede social para comprar e vender produtos, então por que não facilitar essa transação? Com a nova ferramenta disponibilizada, às pessoas poderão fazer transações com muito mais facilidade e segurança. Mandou bem, Mark!

Como funciona?

Se você quer comprar algum produto,  só precisa procurar o nome do que você procura no campo de busca da nova área Marketplace. Você pode filtrar os resultados por preço, local ou categoria e o usuário também pode salvar produtos que tem interesse para ver e negociar depois. E se você quer vender algo, basta tirar um foto do seu produto, fazer uma descrição básica e colocar o preço dele! Super simples, né?

Diferente de plataformas como a OLX e o Mercado Livre, o Marketplace não dispõe de um meio de pagamento. O objetivo do Facebook com essa nova ferramenta é somente facilitar as negociações de compra e venda entre seus usuários. E a empresa também promete não cobrar nenhuma taxa pelo intermédio das transações.

Onde encontrar o Facebook Marketplace?

Na versão para web do Facebook, você encontra a plataforma na barra de atalhos na lateral da tela. Na versão mobile, o Marketplace está localizado na barra principal, entre o ícone de notificações e o de solicitações de amizade.

O Facebook também anunciou que no caso de fraude, os próprios usuários poderão marcar como suspeitas as publicações de produtos que pareçam falsos ou que apresentem conteúdos inadequados. Essa questão é muito importante, já que ao ser lançado nos Estados Unidos o Markeplace teve vários problemas com anúncios inapropriados — como pessoas que vendiam animais de estimação, drogas ilícitas, serviços sexuais e várias outras coisas que não condizem com o Marketplace.

Bom também para pequenos comerciantes

Vale ressaltar que o Marketplace pode ser utilizado por pequenos empreendedores tambpem, principalmente por utilizar a função de geolocalização, o que possibilita gerar leads em potencial em locais próximos a sua loja.

Você acredita que essa nova plataforma veio para ajudar? Ou acha que não fará muita diferença? Conte para a gente o que você acha dessa novidade!

Fonte(s): Techtudo, Olhar Digital e Exame

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.