E-commerce

WhatsApp vai lançar compras e pagamentos digitais na Índia; próximo país pode ser o Brasil

Mensageiro instantâneo vai iniciar monetização com transações digitais dentro do aplicativo nos próximos meses. Brasil pode ser o próximo!

Por Nerdweb - Dia 04 de Abril de 2017 às 20:04

A equipe do popular mensageiro instantâneo WhatsApp, que foi adquirido pelo Facebook em 2014, tem a missão de transformar o serviço em um produto rentável nos próximos anos. Ao que tudo indica, a solução encontrada para não estressar a base de usuários foi fugir do caminho da publicidade e monetizar por meio de transações digitais que possibilitariam comprar e vender dentro do mensageiro.

Para validar este modelo de negócios, os responsáveis pelo WhatsApp estariam realizando um teste na Índia, o pais com o maior mercado do mensageiro, com 200 milhões de 1 bilhão de usuários ativos no serviço. A estratégia busca replicar o sucesso do concorrente WeChat da chinesa Tencent Holdings Ltds. e deve entrar no ar nos próximos seis meses.

As informações são do site The Ken, que sem citar fontes evidenciou uma vaga de trabalho no site do WhatsApp indiano no qual a empresa busca por um desenvolvedor com bagagem técnica e financeira que entende da interface unificadas de pagamento da Índia (UPI), além da tecnologia de pagamento BHIM que permite apps transferirem dinheiro e realizar compras de mercadorias utilizando números móveis.

Um porta-voz do WhatsApp na Índia se limitou a dizer o seguinte:

"Estamos explorando como podemos trabalhar com empresas que compartilham essa visão e continuamente ouvir atentamente o feedback de nossos usuários"

As transações digitais aceleram na Índia em novembro do ano passado após o Primeiro-Ministro Narendra Modi proibir que bancos emitam algumas notas de alto valor que representavam 80% da circulação de moeda no país. Brian Acton, co-fundador do WhatsApp, fez uma entrevista em janeiro no qual afirmou que os pagamentos digitais estavam em um estágio inicial de testes, mas que sua equipe via um enorme potencial e que as conversas com o governo indiano estavam avançadas.

E no Brasil?

Como o nosso mercado é o segundo maior do mundo quando o assunto é WhatsApp, é natural imaginar que se a iniciativa vingar no mercado indiano, seremos os próximos. Afinal, ambos os países têm muitas semelhanças na economia. 

"Já imaginou comprar e vender produtos dentro do WhatsApp?"

Desta forma, se você tem uma loja virtual ou possui um relacionamento com os clientes por meio do mensageiro instantâneo, é bom ficar muito ligado porque a possibilidade de recebermos um recurso semelhante é altíssima. 

Além disso, o WhatsApp já tem testado verificação autenticada de empresas e outros recursos corporativos exclusivos.

Fonte: Reuters

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.