Redes Sociais

Instagram Stories ultrapassa o Snapchat em usuários e anuncia novidades

Recurso copiado do concorrente surte efeito e obtém mais usuários diários do que o app que foi projetado para torná-lo obsoleto.

Por Nerdweb - Dia 13 de Abril de 2017 às 19:04

O Facebook não conseguiu comprar o Snapchat e uma guerra digital se iniciou. A estratégia adotada foi copiar todos os recursos da rede social do fantasma e utilizá-las em todo seu ecossistema: WhatsApp, Facebook e Instagram. Bem, parece que neste último surtiu muito efeito.

Estamos falando de um impacto realmente significativo. O Instagram Stories, área do Instagram no qual usuários podem publicar fotos e vídeos que desaparecem em 24 horas, alcançou a marca de 200 milhões de usuários por dia, valor superior ao do concorrente Snapchat que introduziu o modelo no mercado.

O clone ultrapassou o original

Não é para menos, só com a chegada do Instagram Stories o Snapchat viu seu percentual de crescimento cair 82% e por isso a Snap Inc., detentora do produto, estava tão obstinada em abrir seu IPO na bolsa de valores o quanto antes.

Aliás, foi por causa do IPO que a empresa teve que abrir seus dados e informar que no último trimestre de 2016 tinha 158 milhões de usuários diários, com um crescimento de 3,2%. Fato este que transforma a investida do Instagram ainda mais impressionante, pois o recurso tem poucos meses de vida.

Além disso, como a base do Instagram é de mais de 600 milhões de usuários diários, significa que pelo menos um terço deles estão aderindo ao uso Instagram Stories.

Uma guerra sem data para terminar

E engana-se que o Facebook já conseguiu o que queria. A empresa aproveitou o anúncio da marca para introduzir novos recursos ao Instagram Stories nesta quinta (13). A empresa está adicionando uma nova opção de sticker no qual você pode desenhar, colocar emojis e até mesmo selfies em suas fotos (sim, dá para acrescentar selfies dentro de selfies).


Assim como prometido, a empresa adicionou quatro novas cidades aos stickers de geolocalização que só aparecem em determinados pontos turísticos. A partir de hoje — na versão 10.16 do app para iOS e 10.16.1 no iOS —,Chicago, Londres, Madri e Tóquio se juntam a Jacarta e Nova Iorque.


E sabe quem criou etiquetas localizadas de acordo com a localização para aplicar em imagens e vídeos? O Snapchat, cujo principal modelo de monetização é essa. As marcas pagam para criar interações com etiquetas (stickers) e máscaras para criar ações de marketing.

O que você achou da cruzada de Mark Zuckerberg para varrer o Snapchat do mapa?

Fonte: Blog do Instagram

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.