Conteúdo

O que é copywriting? Crie textos para gerar resultados

Escrita persuasiva consiste em oferecer conteúdo relevante para o consumidor com o objetivo de converter os acessos em vendas.

Por Nerdweb - Dia 26 de Junho de 2019 às 18:06

Entre as inúmeras estratégias que podem ser utilizadas pelas empresas para se aproximar dos consumidores, o copywriting é uma das mais bem-sucedidas quando se fala de marketing digital. Mas afinal, o que é copywriting exatamente?

Mesmo pessoas que atuam neste segmento têm uma certa dificuldade para explicar esse conceito. No entanto, compreender a maneira pela qual os textos podem se transformar em grandes aliados na hora de converter acessos em vendas pode fazer toda a diferença para o seu negócio.

O que é copywriting?

Copywriting é uma expressão em inglês que se refere às técnicas para escrever textos persuasivos voltados para marketing e vendas. A ideia é que, a partir de um conteúdo lido, o leitor tome ações específicas, como se cadastrar para receber uma newsletter, clicar para obter mais informações sobre um produto ou fazer a assinatura de um determinado serviço.

copywriting-como-fazer

Quando falamos de texto, no entanto, não nos referimos a qualquer texto. Uma escrita simples, por mais eficiente que ela seja, pode não ser persuasiva o suficiente para despertar a atenção do leitor se as técnicas corretas não forem empregadas.

O conteúdo em si deve ser formato atentando-se sempre a gatilhos que possam despertar o interesse de compra. Além disso, os recursos de storytelling também devem estar presentes. Uma boa história é capaz de prender a atenção do leitor, incentivando-o a dar um passo adiante, seja ele qual for.

Por que o copywriting é importante?

Todos os dias, os consumidores são bombardeados com dezenas de informações sobre os mais diversos assuntos, de inúmeros clientes. Estamos expostos à publicidade e à propaganda na TV, no rádio, nos jornais, nas revistas, no smartphone e, é claro, na internet. 

copywriting

Se um consumidor recebe dez textos por dia, dificilmente ele terá tempo ou interesse em ler todo esse conteúdo. Portanto, é preciso persuadi-lo para que se ele for ler apenas um, que esse texto seja o seu. Além disso, o ideal é que a interação não termine no ponto final. O objetivo principal é direcionar a ação seguinte, seja ela qual for.

Os usuários recebem hoje boa parte do conteúdo que consomem pela internet. Seja pelos aplicativos de mensagem, via redes sociais e ou a partir de sites de busca, o fato é que estamos recebendo textos o dia todo. Garantir que o seu esteja listado entre aqueles recebidos pelo seu público-alvo é um dos objetivos do copywriting. 

Como o copywriting funciona?

Como toda atividade especializada, não é qualquer pessoa que está apta a escrever de acordo com aqueles que são considerados os elementos essenciais de copywriting. Ou seja, é preciso recorrer a pessoas especializadas nessa função, como jornalistas e publicitários, ou empresas especializadas em marketing digital.

copywriting-o-que-e

Contudo, isso não significa que você não possa aprender a como fazer isso. Sob essa ótica, um bom texto deve considerar uma série de fatores, antes mesmo de ser escrito. Lembre-se: escrever bem, com um português correto e com ideias bem encadeadas, não necessariamente o torna um bom escritor de copywriting. Para isso, seus textos devem observar o seguinte:

1. Conheça o seu público-alvo

Um dos princípios básicos da escrita é saber para quem você está escrevendo. No caso de uma empresa, o “quem” é o seu público-alvo. Um texto muito bem redigido, mas com uma linguagem excessivamente formal, provavelmente será encarado como “muito chato” por um público mais jovem. Da mesma maneira, um texto “descolado” e cheio de gírias possivelmente será visto como pouco profissional se o seu público-alvo for um grupo de advogados. O bom texto é aquele que é adequado ao público a que se destina.

2. Conquiste a atenção do seu leitor

A partir do momento que você sabe qual é o seu público-alvo torna-se possível escolher temas que sejam do interesse deles. Por essa razão, o título e a chamada para a ação devem ser claros e objetivos. Ambos precisam despertar no leitor uma vontade de agir – seja ela a ação de ler até o final ou de clicar em um botão. Evite ser vago e vá direto ao ponto.

3. Identifique o problema e aponte a solução

O leitor que se vê diante de um texto está interessado em resolver um problema, seja ele qual for. Você precisa apresentar de forma clara qual é esse problema e, em seguida, apresentar a sua solução. Funciona bem se você conseguir se colocar no lugar do leitor. Pense da seguinte forma: “estou satisfeito com a solução que estão me apresentando?” Se a resposta for “não”, então há mais o que trabalhar no texto.

4. Argumente: o que diferencia você dos demais?

Esse é um dos aspectos mais importantes do copywriting. Para cada afirmação que você fizer, tenha um argumento. Suponha que seu texto fala sobre a importância de escovar os dentes três vezes ao dia. O leitor chegará ao final dele convencido de que, sim, ele precisa fazer isso. Porém, qual pasta de dente ele pode utilizar? Qualquer uma resolve, mas a sua é a melhor porque é a única que tem uma determinada substância que faz toda a diferença. Argumente, explique. Só dizer que o seu produto “é melhor” não é um argumento válido se você não souber dizer o porque.

Como otimizar seu conteúdo para SEO?

SEO é um sigla em inglês para Search Engine Optimization, algo como “otimização para mecanismos de busca”. A ideia é que o seu texto seja listado nas primeiras posições do Google quando o usuário pesquisar um determinado termo. Embora a lógica seja simples, a forma de se atingir esses resultados é mais complexa.

como-fazer-copywriting

Diversos fatores são levados em consideração no algoritmo do Google na hora de ranquear um texto. Autoridade do domínio, tempo de existência, tamanho dos textos, utilização de links internos, palavras-chaves, títulos e subtítulos e muitas outras variáveis. Portanto, o bom texto de copywrting é aquele que leva em consideração todos esses detalhes.

Erros mais comuns: o que não fazer em copywriting

Na tentativa de produzir textos para um blog sem conhecer detalhes das técnicas, muitos acabam cometendo uma série de erros. Você pode até pensar que eles não têm importância, mas acredite: faz toda a diferença ter um conteúdo profissional hospedado em seu site.

Textos pobres e ruins

Sabe aquele texto que você lê e fica com a sensação de que ele não diz nada? Ou, ainda pior, aqueles textos cheios de erros gramaticais ou de concordância, que nos fazem até mesmo questionar a qualidade do trabalho da empresa? Esse é o primeiro passo a ser evitado. O conteúdo que vai ao ar deve ter qualidade.

Falta de credibilidade

Antes de tudo, é preciso conquistar a confiança do seu público. Se você demonstrar que está interessado apenas em vender alguma coisa, seja lá o que for, o público irá se afastar. Por outro lado, se você se colocar na posição de alguém que está tentando ajudar – mesmo que o leitor não compre o produto naquele momento -, então você terá ganho pontos de credibilidade junto ao público.

Seja objetivo

Os textos devem ter um tamanho adequado para a leitura em alguns minutos. Há empresas que acreditam que escrever verdadeiros livros vai ajudar a indexar melhor o conteúdo. Pode até acontecer, mas provavelmente as pessoas chegarão ao final da leitura sem o mesmo ímpeto de tomar uma ação. Portanto, busque o equilíbrio.

.....

Conhecer os elementos básicos de copywriting será de grande valia para a sua empresa. Você pode contar com profissionais especializados em marketing digital para realizar esse trabalho, mas certamente obterá melhores resultados se estiver ciente de todas as etapas do processo.

Na Nerdweb, você encontra uma equipe especializada para tirar todas as suas dúvidas sobre esse assunto. Descubra como usufruir de todos esses benefícios com conteúdos de qualidade para as páginas da sua empresa.

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.