Publicidade

O que é mídia programática? Veja como funciona e como fazer

Considerada o futuro da publicidade, metodologia permite exibir anúncios de forma mais assertiva para clientes que sejam o seu público-alvo.

Por Nerdweb - Dia 17 de Dezembro de 2018 às 16:12

Google e Facebook são dois dos principais responsáveis por mudar completamente a maneira como as agências e as empresas fazem os seus investimentos em publicidade. Se você ainda não sabe, por exemplo, o que é mídia programática, saiba que estamos diante de uma verdadeira revolução no que diz respeito à compra de espaços publicitários.

Por meio de ferramentas como essas, é possível exibir publicidade em sites de forma mais assertiva. Ou seja, nada de expor seu anúncio para milhares de pessoas quando muitas delas não fazem parte do seu público-alvo. Nesse caso, a proposta é fazer anúncios segmentados, mais precisos e, muitas vezes, mais baratos, com maiores chances de se obter um maior índice de conversão. Vamos conhecer mais sobre mídia programática?

Mídia programática: a bola da vez do mercado publicitário

Diferente do que ocorre nos softwares tradicionais, na mídia programática a compra de espaços publicitários é determinada por meio de um leilão em tempo real. Não há contato com os proprietários do site e nem mesmo com outros funcionários. A escolha dos espaços é feita mediante a determinação do público-alvo, no exato momento da compra.

São muitas as vantagens que esse método oferece. A primeira delas é a otimização do tempo. Antigamente, agências e empresas tinham que negociar individualmente com cada site, o que gerava um custo muito maior e nem sempre permitia às empresas atingirem os seus resultados. Como cada site opera de um modo distinto, a falta de padronização acaba se tornando um problema na hora de mensurar os resultados.

A compra de anúncios online trouxe automatização, eficiência e inteligência para os processos de compra de mídia. Dados de 2016 do IAB Brasil apontam que esse segmento movimentou, naquele ano, cerca de R$ 1,9 bilhão no país. O método está em franco crescimento no Brasil e a expectativa é de que ele cresça muito mais ao longo dos próximos cinco anos. Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos, segundo o eMarketer, a mídia programática já corresponde a 78% dos anúncios de display.

Seu anúncio em todos os lugares com apenas um clique

Outra grande vantagem da mídia programática é a mudança de paradigma na compra de anúncios. Antes, comprávamos espaços publicitários em sites com maior audiência, mas na prática isso não significava que, no momento da exibição dos anúncios, aquela audiência contratada se repetiria. A compra, portanto, era baseada em uma projeção do que o site era capaz de entregar.

Já no caso da mídia programática as coisas mudam de figura. As centrais de compra de mídia programática reúnem um pool de sites e com poucos cliques é possível exibir os anúncios em dezenas de veículos distintos. Não importa, necessariamente, a audiência deles, mas sim o fato de exibirem anúncios para usuários que integrem o público-alvo desejado. Ou seja, o foco é a audiência em si e não mais o canal de exibição.

Essas ações permitem que o grau de personalização da mensagem seja o maior possível. Fica mais fácil apostar em várias estratégias durante a campanhas, testá-las e até mesmo modificá-las, se necessário. Essas características diminuem a dispersão da verba e aumentam o potencial de se obter resultados melhores, ou seja, taxas de conversão e retornos sobre o investimento mais altos.

Como a sua empresa pode obter vantagens usando a mídia programática

A mídia programática premia aquelas empresas que investem no planejamento das suas ações. Por essa razão, contar com agências ou profissionais especializados para elaborar as suas campanhas é o primeiro passo para se obter sucesso em suas ações.

Antes de tudo, é preciso ter um profundo conhecimento do seu público-alvo. Quanto mais informações você tiver sobre quem são os seus potenciais clientes, maiores são as chances de que você consiga atingi-los pela internet. Por isso, o item número 1 a ser observado no seu planejamento é conhecer quem são os seus clientes e como conversar com eles.

Depois, é hora de elaborar um material publicitário em uma linguagem que dialogue com o seu público. Se você busca conversar com os mais jovens, então de nada adianta usar termos rebuscados ou promover ações de pouco interesse para esse público. É preciso encontrar o casamento perfeito entre as duas coisas.

Por fim, chega a hora de colocar em prática a estratégia de compra de mídia, escolhendo as palavras-chave corretas e determinando com precisão as características sociais, geográficas e financeiras dos seus futuros consumidores. O acompanhamento durante toda a campanha também se faz necessário: se houver necessidade de se fazer correções de rota, há a possibilidade de aplicar alterações em tempo real.

Para obter os melhores resultados com mídia programática, conte com a ajuda de quem entende do assunto. A Nerdweb tem profissionais capacitados para oferecer as melhores soluções para o seu negócio, com um custo acessível e valorizando o seu investimento para que sua empresa possa obter o melhor retorno possível.

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.