Negócios

Descubra o que é o Azure Data Studio e como utilizá-lo

Saiba mais sobre o que é a plataforma Azure Data Studio e veja como você pode utilizá-la para potencializar os resultados do seu negócio

Por Nerdweb - Dia 01 de Fevereiro de 2022 às 00:02

Você já ouviu falar em Azure Data Studio? A ferramenta pode ser uma poderosa aliada para te ajudar a criar, consultar e gerenciar de forma intuitiva os seus bancos de dados e data warehouses independentemente de onde eles estejam hospedados/disponíveis para o acesso, seja na nuvem ou no seu computador local. 

Desenvolvido para oferecer uma boa usabilidade para o usuário da plataforma de dados, o Azure Data Studio traz painéis internos personalizáveis e conta com a plotagem de conjuntos de resultados de consulta. 

Assim sendo, a plataforma pode te auxiliar a automatizar processos e a simplificar tarefas diárias. Também permite que sejam feitas melhorias contínuas nas experiências dos usuários em ambientes de TI e em projetos que envolvem a análise de informações, como, por exemplo, as estratégias de Marketing Digital.

Dessa forma, se você está em busca de uma plataforma de gerenciamento e desenvolvimento de banco de dados (seja em Windows, macOS ou Linux com T-SQL, sqlcmd ou PowerShell) e/ou quer saber como exportar dados em diferentes formatos de visualização, o Azure Data Studio pode ser de grande auxílio!

O que é o Azure Data Studio?

Pois bem, conforme citamos brevemente acima, o Azure Data Studio é uma plataforma de banco de dados que permite que as informações sejam gerenciadas de forma eficiente, fácil e intuitiva.

Ele é uma solução inovadora e versátil de código SQL. Por isso, é utilizado para o desenvolvimento de projetos de bancos de dados, visualização e edição de variáveis e seus resultados.

azure-data-studio-dados

Quais as vantagens em relação ao SSMS?

Primeiramente, é importante compreender que o Azure Data Studio não foi criado para substituir o SSMS. 

As ferramentas apresentam, sim, funcionalidades semelhantes. Entretanto, o Azure Data Studio é mais leve, versátil e fornece mais flexibilidade aos usuários. Ademais, vale ressaltar outra grande diferença - e vantagem - do Azure Data Studio frente ao SSMS: ele foi projetado para ser fácil de usar, independentemente do nível de habilidade do desenvolvedor. Assim, exige uma curva de aprendizado menor quando comparado ao SSMS.

Quando é recomendado o uso de cada plataforma?

A Microsoft, por exemplo, recomenda o uso do Azure Data Studio quando as demandas exigem editar e executar consultas em bancos de dados, traçar ou visualizar rapidamente os resultados da consulta, conectar e consultar um cluster de Big Data do SQL Server 2019, entre outras tarefas.

Já o SSMS é recomendado para ser utilizado por DBAs e demais profissionais de TI que passam a maior parte do tempo desempenhando demandas de administração de banco de dados, incluindo configuração e gerenciamento de segurança. Para isso, precisam usar painéis e ferramentas de ajuste de desempenho.

Ademais, vale destacar que a principal vantagem do Azure Data Studio é sua natureza multiplataforma. Isso porque ele pode ser utilizado em outros sistemas além do Windows, como macOS e Linux.

Ainda,  além de ser integrável ao SQL Server 2014 e versões superiores, também pode se adequar ao PostgreSQL Servers e, também, aos produtos Azure, como o Azure SQL Managed Instance, Banco de Dados SQL do Azure e Azure SQL Data Warehouse, provando a sua versatilidade e eficiência.

Assim sendo, pode-se concluir que o Azure Data Studio é a melhor escolha para quem precisa de mais flexibilidade e facilidade de gestão e edição em relação aos sistemas operacionais. Entretanto, fica a cargo do desenvolvedor conhecer, analisar e identificar os pontos fortes e fracos de ambas as ferramentas para escolher a que melhor se adapta às suas necessidades.

Como instalar o Azure Data Studio ?

Para instalar o Azure Data Studio é preciso ter uma das seguintes versões dos sistemas operacionais: 

  • Windows: 7, 8, 8.1, 10 de 64 bits;
  • Windows Server 2008 R2, 2012, 2012 R2 (todas as versões de 64 bits), 2016 e 2019;
  • macOS 10.12 a 10.15;
  • Linux Red Hat Enterprise 7.3, 7.4;
  • Ubuntu 16.04.

O Azure Data Studio também faz parte do pacote do SQL Server Management Studio desde o SSMS versão 18.7 e integra o pacote de instalação do SSMS.

A sua instalação pode ser feita gratuitamente. É possível baixá-lo em diversos formatos no site oficial da ferramenta. Basta optar por aquele que corresponde ao seu sistema operacional e esteja de acordo com as suas preferências de projeto.

As instruções mais detalhadas da instalação podem ser encontradas neste site. Entretanto, aqui preparamos um breve passo a passo de como fazer a instalação do programa no sistema Windows:

  1. Faça o download do arquivo de instalação;
  2. Execute o arquivo e siga as orientações do assistente de instalação. O processo é simples e intuitivo. Basta clicar em “Avançar” para continuar;
  3. Depois de aceitar a instalação na pasta padrão, clique em “Concluir”. Pronto, está feita a instalação do Azure Data Studio!

Ainda, existe outra forma de instalar o programa. Para fazê-la, você deverá utilizar o script de linha de comando. A ação não requer nenhum prompt de GUI e é possível instalar o software em segundo plano. Entretanto, vale lembrar que esse método só funciona no sistema Windows.

Para fazê-lo, basta iniciar o prompt de comando e digitar o comando:

<path where the azuredatastudio-windows-user-setup-x.xx.x.exe file is located> /VERYSILENT /MERGETASKS=!runcode>

azure-data-studio-grafico

Quais os benefícios em utilizar o Azure Data Studio?

Um dos grandes benefícios que o Azure Data Studio traz é a possibilidade de os usuários poderem criar painéis personalizáveis. Assim, fica mais fácil monitorar as informações e solucionar gargalos de desempenho.

Ademais, esses painéis podem ser individualizados e configurados especialmente para trazer visualizações instantâneas sobre a performance, os níveis de desempenho, o uso do sistema e outras métricas que ajudam a acompanhar e a compreender os resultados de diversos projetos.

Também, a ferramenta fornece extensões e APIs para estender suas funcionalidades além dos recursos disponíveis na base do software. Assim, os usuários podem criar suas próprias extensões ou aproveitar as disponibilizadas por desenvolvedores que integram a comunidade de desenvolvimento. Esse é um grande benefício para quem busca aumentar ainda mais as potencialidades da plataforma.

Outra vantagem do Azure Data Studio é que ele permite que os usuários possam editar os dados em tabelas, fazer backup e restaurar informações e executar outras tarefas de gerenciamento dentro da interface de usuário. 

Por fim, mas não menos importante, outro recurso do Azure Data Studio que merece destaque é o fato de ele permitir que os usuários organizem os bancos de dados e servidores de forma colaborativa. É possível codificar os projetos por cores, sendo fácil a visualização e, também, as configurações do grupo ficam salvas nas configurações do usuário e podem ser modificadas por meio de um recurso de edição que inclui recursos drag and drop.

Agora você já conhece o Azure Data Studio. Será que é hora de passar a utilizá-lo? 

E então, gostou de saber mais sobre essa plataforma? Para ficar sempre por dentro das novidades, acompanhe as principais notícias do mundo do Marketing Digital no nosso blog e não perca as principais tendências do momento. 

Referências:

https://rockcontent.com/br/blog/azure-data-studio/ 

https://docs.microsoft.com/pt-br/sql/azure-data-studio/what-is-azure-data-studio?view=sql-server-ver15 

Baixar e instalar o Azure Data Studio - Azure Data Studio | Microsoft Docs

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.