Marketing

Como fazer email marketing de qualidade? Confira 13 dicas para seus emails serem abertos agora

Confira um guia passo a passo com dicas de como fazer email marketing para você prospectar, fidelizar e gerar mais conversões com seus clientes.

Por Francis Trauer - Dia 25 de Maio de 2017 às 00:05

Um dos pilares do marketing digital é desenvolver um relacionamento e envolvimento profundo com seu cliente e um dos canais ainda é o email. Sim, muitos dão ele como vencido, antiquado e ultrapassado, porém o danado continua convertendo e dando resultado. Acredite. Mas como fazer email marketing com qualidade?

Para ajudá-lo nessa questão, selecionamos várias técnicas para você realizar um checklist e verificar se a sua estratégia está alinhada com as boas práticas utilizadas por profissionais que conseguem resultado disparando emails.

1. Humanize a comunicação

Emails que são enviados por e para uma pessoa com nome são muito mais envolventes para chamar atenção e gerar clique. Afinal, pessoas se conectam com pessoas. Utilize o seu nome da pessoa ao invés do nome da empresa ou produto.

É preferível enviar:

"Francis Trauer: Como fazer email marketing de resultado?"

Do que enviar:

"NERDWEB - Como fazer email marketing de resultado?"

A conexão é muito maior com uma pessoa do que com uma marca ou máquina.

2. Personalize o email com o nome da pessoa

Se for possível, inicie o email utilizando o nome da pessoa que irá recebê-lo, criando uma mensagem ainda mais pessoal. Por outro lado, tudo depende do banco de informações que você possui para disparar os emails.

Em geral, muitas empresas optam por não cobrar o nome junto do email na hora do cadastro para não gerar um empecilho extra na hora de coletar os dados dos seus possíveis clientes. Afinal de contas, um campo a mais é o suficiente para que a preguiça fale mais alto e você acabe capturando menos emails.

Portanto, é uma escolha (trade-off) que deve ser feita com sabedoria. Se você já tem os nomes da pessoa, utilize-a no seu email marketing. O aumento de cliques será visível.

3. Faça um título chamativo e com o tamanho adequado

Títulos bem construídos geram cliques, enquanto aqueles sem relevância acabam indo direto para a Lixeira e você perde uma grande oportunidade de envolvimento. Antes de mais nada, eles não devem ser nem muito longos e nem muito curtos.

Títulos de email bem redigidos possuem mais de 50 caracteres e menos de 70 caracteres. Além disso, eles conseguem ser impossíveis de serem ignorados. Mas atenção, não estamos dizendo para você criar títulos sensacionalistas, hein?

Enganar o usuário pode tão ruim ou até pior do que um título sem graça. A dica é gastar grande parte do tempo que você dedicado para construir o título perfeito. Ele não pode ser exagerado, mas precisa chamar a atenção. 8 de 10 pessoas vão ler o seu título e somente as duas restantes vão entrar no email.

Por isso, uma saída é usar a regra dos 4 U's:

  • O título tem que ser ÚTIL ao leitor
  • O título precisa despertar um senso de URGÊNCIA 
  • O título precisa transmitir a ideia de que o seu principal benefício é ÚNICO
  • Todos os itens acima precisam soar de forma ULTRA específica

Vejamos o nosso exemplo:

"Como fazer email marketing de qualidade? Confira 13 dicas para seus emails serem abertos agora"

"como fazer email marketing":  senso de utilidade

"erem abertos agora": senso de urgência

"seus emails": senso de benefício único (pronomes possessivos e a palavra você são muito fortes)

"13 dicas para seus emails serem abertos ": senso de utilidade específica

Obviamente, nem sempre você vai conseguir encaixar todos os 4 U's no título de uma maneira assertiva, mas busque ao máximo desconstruir e verificar a importância de cada palavra presente no seu título.

4. O conteúdo precisa ser conciso

Falando em tamanho, você precisa se preocupar com a quantidade de conteúdo que você acrescenta num email marketing. Isso porque as pessoas gastam, em média, apenas 11 segundos para ler um email. Entendeu o tamanho do problema? Informação em excesso vai afastar o seu cliente das suas intenções.

Menos é mais. Seja objetivo e foque apenas em um assunto. Faça de tudo para não perder a atenção do seu leitor.

5. Foque nos benefícios

Lembra do título que abordava um benefício? Pois é, benefícios são fundamentais. Recursos, características e funções não envolvem as pessoas. Utilize uma linguagem que evidencie o que a pessoa vai ganhar com o conteúdo que você está oferecendo. A mensagem precisa ser elaborada para impactar diretamente a perspectiva com o intuito de gerar uma ação.

Não fale só de você! Use mais "você" do que "eu" ou "nós". Aponte as recompensas que o leitor está tendo ao receber o seu email.

6. Estude o posicionamento da sua chamada para ação (CTA - Call to Action)

Os botões e chamadas para ação não podem ficar, na maioria dos casos, no fim do seu email. Muitas pessoas nem vão chegar lá. Garanta que eles apareçam na primeira tela de abertura do email (above the fold), sem necessitar scrollar para encontrá-lo.

Outra ideia é não ter medo de ter mais de uma chamada de ação espalhada no email. Aliás, os "leitores de email" estão tão sofisticados que você pode inclusive utilizar destinos diferentes em cada botão para criar ações diferenciadas. Faça testes A/B e analise os resultados para aperfeiçoar os próximos envios.

7. Utilize links no começo de parágrafos

Se você tem chamadas de ação com links no meio de textos, busque utilizá-los no início de cada parágrafo. No Ocidente, nós lemos da esquerda para a direita. Sendo assim, a navegação do seu leitor se assemelha à letra "F", onde ele olha o início (da esquerda para a direita) e vai descendo rapidamente a página. 

Por causa disso, há maior probabilidade que as primeiras palavras de cada parágrafo sejam vistas. Muitas pessoas não vão ler sua mensagem por completo, mas sim de forma "picada".

8. Escolha as palavras da chamada de ação com cuidado

É comum vermos por aí palavras genéricas nas chamadas para ação. "Download", "Inscreva-se" e " Clique aqui". Elas são meio sem sal e não trazem um significado que faça a diferença. Ao invés desses exemplos, utilize outros como "Usufruir benefícios agora" ou "Quero participar". 

Se a pessoa estivesse respondendo uma pergunta, ela com certeza usaria o sujeito na primeira pessoa, não é? A ideia é a mesma, usar uma linguagem mais pessoal e próxima para incentivar que ela reaja à ação que você colocou.

9. Utilize design responsivo

O seu cliente pode abrir o seu email no celular, no tablet ou no desktop. Em qualquer que seja, o tamanho da fonte, a legibilidade, o tamanho das imagens e tudo mais precisa ser responsivo para se adequar à resolução do dispositivo.

Escolha ferramentas mais profissionais (como o Mailchimp ou o Litmus) para ter a garantia que a mensagem vai chegar como você imaginou.

10. Utilize imagens de alta qualidade e escolha cores com sabedoria

Você já ouviu falar da psicologia das cores? Pois é, elas podem influenciar os seus leitores. Cada uma delas possui um efeito. O branco, por exemplo, sugere pureza e transmite a ideia de frescor, calma... O vermelho representa a emoção, dinamismo, sexualidade, virilidade e estimula o consumo (a favor ou contra). Já o preto sugere mistério, curiosidade...

Enfim, estude a psicologia das cores e use ferramentas da Adobe como as paletas prontas ou mesmo a Adobe Color para montar paletas usando várias regras difere. Já em relação à resolução das imagens, segue a mesma regra do item anterior.

O seu email pode ser aberto em vários dispositivos com resoluções diferentes e certamente alguns deles terão muitos pixels. Portanto, tome o devido cuidado para sua imagem não parecer lavada ou pixealizada. Por outro lado, saiba também que imagens gigantes em tamanho físico demoram a carregar, principalmente no mobile.

Logo, suas imagens têm que possuir alta resolução e também serem otimizadas para a web, tendo tamanhos físicos pequenos.

11. Não envie emails com alta frequência

A razão principal para pessoas buscarem descadastrar um email é a frequência elevada com que eles se sentem "incomodados". Não estresse a sua base. Evite o contato a todo momento e só envie os emails quando eles forem necessários, trazendo valor real.

12. Mostre aos leitores porque eles estão recebendo os emails

Seja transparente. Lembre o seu leitor do motivo dele estar recebendo esse email. Se ele não tiver ideia do motivo de estar recebendo, pode classificar o endereço do seu email como spam. E daí, meu amigo e minha amiga, é questão de volume para as próprias plataformas começarem a marcar os seus emails como indesejados.

13. O poder do PS

O post scriptum, o famoso PS, sempre vem depois de uma despedida e lembra algum tipo de ação. As pessoas prestam muita atenção na frase final e você pode usar o poder dela para deixar uma mensagem impactante que vai ficar na mente de quem a recebeu.

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.