E-commerce

Link Building está morto: 3 razões para parar de desperdiçar recursos de SEO nele

Link Building é ultrapassado e as maiores ferramentas de buscas não permitem estratégias de marketing que violam seus termos de serviço

Por Nerdweb - Dia 11 de Maio de 2021 às 00:05

Para você que não sabe, o Link Building está morto. A estratégia de otimização para ajudar em mecanismos de busca precisa do apoio das plataformas e de suas diretrizes, o que, infelizmente, não é o caso. Para conseguir tráfego, não basta apenas quebrar as regras e idealizar resultados sem uma base concisa.

No momento, o Google não aceita mais estratégias de marketing que violam seus termos de serviço. Spam de comentários, links pagos ou links em excesso não funcionam mais para engajar e se sobressair na internet. Além disso, os mecanismos de busca internos do Google usam diversos fatores para identificar o melhor conteúdo.

Por isso, pense bastante antes de investir tempo em backlinks. Seguem 3 motivos importantes para evitar o uso a partir de hoje, de acordo com ProFoundStrategy:

A importância dos links está em declínio há muito tempo

Ao reparar que as táticas de SEO não ofereciam, necessariamente, o melhor conteúdo, o Google ficou esperto e mudou suas diretrizes. 

Em 2005, uma atualização do Jagger afetou vários sites de compras de links, que trabalhavam trocando e oferecendo links de má qualidade. 

Em 2011, outra atualização mexeu com o “marketing de artigos”. Sites que produziam conteúdos fracos foram impossibilitados de crescer nas pesquisas com link building.

Em 2012, o Google lançou uma atualização de algoritmo de spam na web, que procurava spam de links e links manipuláveis.

Em 2015, o Google lançou o RankBrain, algoritmo de IA que ajuda a processar os resultados da pesquisa. A ferramenta interfere e altera sua classificação por setor, nicho ou consulta. 

Já em 2016, a atualização 4.0 da lançada em 2012 foi a cartada final do Google para impedir a manipulação de resultados de pesquisa através de técnicas de criação de links.

Desde o início os links não eram considerados ideais para alcançar bons resultados

Nunca foi divulgado o modelo ideal para uma boa classificação nas pesquisas. No entanto, depois de muitas mudanças e atualizações do Google, os backlinks viraram os julgadores de bons conteúdos.

Além disso, os backlinks não conseguem dizer se os usuários gostaram do seu conteúdo, porque as pessoas que criam os links não são os usuários finais. Um backlink autêntico, criado por um bom profissional, pode não ser relevante para seu público quanto ele gostaria.

O hype por link building é enganoso e pode gerar consequências

Um bom conteúdo repleto de ótimos links sempre será visto como um conteúdo de qualidade. Ao oferecer qualidade, você consegue, inclusive, alavancar seu alcance orgânico. No entanto, a única maneira de criar links de entrada de alta qualidade é criar conteúdo de alta qualidade.

Ao dizer que o link building é importante para boas classificações em pesquisas orgânicas, estamos exagerando e nos enganando. Até porque, os melhores links de entrada são adquiridos com o tempo e devem agregar algum valor do seu site para o mercado. 

Sites com muito acesso e conteúdo de qualidade conseguem ganhar links naturalmente. 

O que o Google realmente quer?

De acordo com um artigo do Neil Patel, o Google prioriza as diretrizes de qualidade do conteúdo. Portanto, se atente nos tópicos abaixo:

Qualidade é mais importante que quantidade

Quem nunca escutou a famosa frase “Faça, mas faça bem feito”? Quando pensamos em conteúdo, a qualidade é imprescindível. Não devemos pensar na quantidade, mas sim na qualidade.

Inclusive não caia na furada de contratar serviços de backlinks de SEO, pois, a chance de ter seu site banido é grande. Um dos exemplos mais clássicos é o do Fiverr, que oferece milhares de links SEO de qualidade por um valor baixo e, no fim, só resulta em prejuízo. 

Entendendo a autoridade de domínio dos inbound links

Quando quiser inserir links no seu conteúdo, pesquise sempre pelos melhores e bem posicionados. Antes disso, inclusive, faça uma breve pesquisa sobre a Autoridade de Domínio dos inbound links de seus concorrentes. Um dos melhores sites para acessar essas informações é o Open Site Explorer, que fornece dados sobre seus competidores e a origem de seus links com grande autoridade de domínio.

Esforço na qualidade, ouro no resultado

Sei que ficou repetitivo, mas é muito importante falar sobre a qualidade do seu conteúdo. Não adianta seguir estratégias de SEO, inserir os melhores links e não planejar e executar seu conteúdo com o maior nível de qualidade possível. 

Para começar, o conteúdo é o que te diferencia no mercado.

Se destacar é sempre necessário. Nada melhor do que ser criativo e entregar um conteúdo incrível.

Como desenvolver links e ótimos conteúdos?

Todo mundo quer produzir um bom conteúdo. Para começar, é bacana seguir as dicas abaixo:

Atrair profissionais e oferecer expertise

Ao criar um bom conteúdo, você se torna uma fonte de link building. Por isso, inclusive, que blogs possuem 97% mais links indexados do que sites que não instalam blogs. 

Uma forma efetiva de atrair o público é juntar informações relevantes de especialistas sobre o tema. Ao utilizar nomes, empresas e serviços renomados como fonte, você garante um bom engajamento e uma boa base de informações.

O processo de captação desses dados pode ser feito online (acessando conteúdos que mostrem o que você procura) ou até entrevistando os devidos líderes do mercado naquele segmento que você deseja.

Posts cornerstone

Mostrar conhecimento e entendimento no seu nicho é sempre importante. Ao escrever uma postagem cornerstone, você entrega segurança sobre o assunto para seu leitor, ouvinte ou espectador. 

Existem duas opções viáveis para obter êxito nessa etapa: reunir todo o seu conhecimento em um guia completo ou criar várias postagens separadas com essas informações.

Infográficos

Elementos visuais são relevantes e atrativos. Unindo dados e informações, os infográficos atendem um bom propósito quando utilizados corretamente.

Além disso, eles podem ser úteis para atrair links de outras empresas que querem utilizar o seu infográfico como referência.

Seu conteúdo serve para substituir links quebrados

A estratégia dos broken links é, basicamente, substituir links quebrados por conteúdos de qualidade. Você consegue aumentar sua autoridade ao oferecer substituição de links quebrados por conteúdos relevantes e bem feitos.

Links internos

Este tópico, inclusive, é bem familiar para quem utiliza ferramentas de SEO. Utilizar links internos no seu site para outras páginas semelhantes é chave para o sucesso. 

Os rastreadores do Google, inclusive, verificam se você sabe vincular o tráfego dentro do seu site.

Conclusão 

Depois de tanta informação, fica difícil querer investir tempo e dinheiro em backlinks. O Google é extremamente relevante para o seu negócio. Não só ele, mas todas as ferramentas de busca. 

Usar estratégias efetivas e comprovadas te garantem bons resultados. Procure sempre pesquisar e se atualizar sobre o mercado, pois, nada mais próspero do que criar conteúdos de altíssima qualidade com base nos seus aprendizados. 

Precisa de ajuda para criar sua estratégia de marketing de conteúdo? Fale com a Nerdweb!

FIQUE POR DENTRO!

Fique atualizado com as últimas noticias, dicas e novidades da Nerdweb.